Alexandridis Leilões

LEILÃO JUDICIAL - GUARUJÁ/SP


LEILÃO JUDICIAL - GUARUJÁ/SP
  • 1ª Praça
  • De 08/02/22 às 13h30
  • Até 11/02/22 às 13h30
  • 2ª Praça
  • De 11/02/22 às 13h30
  • Até 15/03/22 às 13h30


  • Lote: 01
  • Avaliação: R$ 500.378,45
  • Lance Inicial: R$ 500.378,45
  • Incremento: R$ 2.000,00
  • Visualizações: 27
  • Processo: 0001166-53.2018.8.26.0223
Aguarde
Abertura em
62d
12h
31m
22s

Apartamento Ed. Solaris, A.U. 105,94m², Cidade Atlântica


BEM IMÓVEL: Apartamento nº 23, localizado no 2º andar ou 3º pavimento do Edifício SOLARIS, sito à Rua Uruguai nº 403, no loteamento denominado Cidade Atlântica, nesta cidade, município e comarca de Guarujá – SP, possuindo área útil ou privativa de 105,94ms², a área comum de 95,605ms², e a área total construída de 201,545ms²; correspondendo-lhe a fração ideal de 8,34% no terreno e demais coisas de uso comum do condomínio, confrontando de quem do hall de circulação do pavimento olha para o mesmo, na frente com o referido hall, poço do elevador, escadarias e apartamentos de finais 1 e 2, do respectivo andar, do lado direito e esquerdo com o recúo lateral aéreo da construção e nos fundos com o recúo de fundos da construção, cabendo-lhe ainda o direito ao uso de uma vaga na garagem coletiva do edifício, para estacionamento de um auto de passeio, em lugar indeterminado, obedecendo-se a ordem de chegada. Cadastrado pela Prefeitura de Guarujá sob nº 3.0260-008-006. Matrícula do Imóvel nº 52.341, do Registro de Imóveis de Guarujá.

AVALIAÇÃO: R$ 500.378,45 (quinhentos mil, trezentos e setenta e oito reais e quarenta e cinco centavos) – válido para novembro/2021, que será atualizado na data do leilão conforme Tabela DEPRE – Tabela Prática para cálculo de atualização monetária dos débitos judiciais do TJ/SP.

OBSERVAÇÕES, ÔNUS E GRAVAMES: 1. De acordo com o Laudo de Avaliação de fls. 136/157, o imóvel foi avaliado em R$ 430.000,00 (quatrocentos e trinta mil reais) – válido para setembro/2019; 2. De acordo com a Av.15/52.341, consta PENHORA oriunda da presente demanda; 3. De acordo com consulta no site da Prefeitura de Guarujá, em 25 de novembro de 2.021, consta a informação de que o imóvel possui débitos de IPTU dos exercícios de 2009 a 2020, já com ações ajuizadas e que totalizam o montante de R$ 150.994,03 (cento e cinquenta mil, novecentos e noventa e quatro reais e três centavos), contando com ações de Execução Fiscal já ajuizadas, bem como IPTU do ano de 2021, parcela única no valor total de R$ 6.211,74 (seis mil, duzentos e onze reais e setenta e quatro centavos), sendo que onze parcelas constam como inadimplidas no valor somado de R$ 7.096,53 (sete mil e noventa e seis reais e cinquenta e três centavos) e, uma parcela a vencer no valor de R$ 517,64 (quinhentos e dezessete reais e sessenta e quatro centavos); 4. Conforme petição do condomínio Exequente de fls. 395 e planilha de cálculo atualizada constante em fls. 396/422 o débito exequendo na presente demanda é de R$ 269.142,29 (duzentos e sessenta e nove mil cento e quarenta e dois reais e vinte e nove centavos); 5. Nos termos da R.14/53.341 a Executada ARGENE MARIA COLI DA CRUZ – CPF nº 306.963.748-54 é casada pelo regime da separação de bens, antes da Lei 6.515/77, nos termos da escritura de pacto antenupcial registrada sob o n° 6809 no Livro 3 Registro Auxiliar, do 15° Oficial de Registro de Imóveis de São Paulo/SP com EDUARDO RODRIGUES DA CRUZ - CPF n° 271.903.748-68; 6. Conforme ata de assembleia geral extraordinária do condomínio Exequente de 08/08/2020, de fls. 240/243 dos autos, foi deliberado que: “A Presidente da mesa Sra. Maria Amélia de Macedo Marques (apto 33) colocou em votação sendo aprovado por unanimidade a desoneração de cotas condominiais não quitadas pelo valor arrecadado na arrematação da unidade 23 levada a hasta pública.”

Lances recebidos
Valor Data Usuário Tipo
Nenhum lance registrado até o momento